Rigor, Dedicação, Inovação.

Bem vindos ao Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro.

Centro de Recursos Poeta José Fanha

Jornal Pontos nos ii

Consulte aqui a edição mais recente do jornal do Agrupamento

 

O Natal já chegou a S. Estêvão das Galés!


É verdade! Na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés já se “respira” Natal desde há vários dias. O estabelecimento está irreconhecível, graças a uma decoração diversificada não só na zona de entrada como nos acessos ao refeitório e ao ginásio, à biblioteca e sala de informática, e às salas de aula.

A criatividade, a imaginação e o colorido deram as mãos e nasceu um espaço natalício, que surpreende e que tem vindo a ser enriquecido diariamente. Com grande empenhamento das técnicas operacionais, envolvendo toda a comunidade educativa – com destaque para os pais e encarregados de educação, alunos e professores – as decorações recorreram, no essencial, a material reciclável.

Nestes dias, a EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés é um verdadeiro espaço de Natal, com trenós, árvores, estrelas e com muitos outros elementos que a fantasia da quadra consegue produzir, num verdadeiro trabalho de equipa.

Vídeo: Professor Mário Gomes    |    Texto: alunos do 1º Ciclo e Professor José Paulo Oliveira (EB1SEG)

Doação de Equipamentos

obrigadaO agrupamento de escolas da Venda do Pinheiro agradece ao BNP Paribas Securities Services a doação de teclados, que reforçam as escolas de primeiro ciclo e permitem manter um banco de material de substituição. O nosso parque informático ficou mais atualizado!

Dia Internacional do Voluntariado

alunos-monitoresNo dia em que se assinala o voluntariado destacamos o importante papel que os alunos-monitores exercem em todas as bibliotecas do Agrupamento. Constituem um exemplo de cidadania e contribuem com o seu apoio para o bom funcionamento destes espaços.

“Onde todos ajudam, nada custa!”

(provérbio tradicional)

Equipa das Bibliotecas

 

Robot Anprino com Apoio da Fundação Gulbenkian

bitmapO projeto Anprino criou um kit de robótica de baixo custo, baseado em arduino e impressão 3D, permitindo às escolas a introdução de robótica educativa sem custos elevados, ou gratuitos para escolas inseridas em zonas de risco social, com elevada modularidade e personalização, sendo mais uma alternativa no ambiente crescente da robótica educativa. Este robot foi criado num desafio lançado a docentes de TIC e Informática pela presidente da Associação Nacional de Professores de Informática. Concebido por professores, envolve hardware, modelação 3D, programação e cenários de aprendizagem. Este projeto foi agora apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, assegurando a continuidade da sua produção e formação a professores e alunos.

A tecnologia de impressão 3D do Agrupamento de Escolas Venda do Pinheiro e as metodologias de uso que têm vindo a ser desenvolvidas foram uma das vertentes fundamentais deste projeto. A modelação 3D e prototipagem ficou a cargo de um docente do Agrupamento, tendo as nossas impressoras 3D produzido os primeiros kits deste robot, já apresentados em eventos do Ministério da Educação, congressos e feiras de tecnologia.

Para saber um pouco mais sobre este projeto em que estamos envolvidos, fique a conhecer as ideias-base por detrás do lema Robot Anprino: Nenhum Aluno Pode Ser Deixado Para Trás, e visite a página do Robot Anprino nas redes sociais. Para o segundo período, planeamos trazer o Anprino ao nosso clube de robótica.

Cuerdas

EB1/JI de Santo Estêvão das Galés assinala Dia Internacional das Pessoas com Deficiência
A passagem do filme “Cuerdas” na sala de informática, com os comentários dos professores Madalena Menezes e Mário Gomes, foi a iniciativa que, na EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés, assinalou a passagem do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se comemora anualmente a 3 de dezembro. “Cuerdas” é um curta-metragem de animação, de Espanha, e foi escrito e dirigido por Pedro Solís García em 2013. Recebeu o Prémio Goya de melhor curta-metragem de animação em 2014. Tem merecido os maiores elogios na net.

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, adoptada na Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova Iorque, no dia 13 de dezembro de 2006, foi alvo de intensos trabalhos e negociação por um período de 5 anos, tendo já sido aprovada por cerca de 130 países.
Trata-se de um marco histórico, representando um importante instrumento legal no reconhecimento e promoção dos direitos humanos das pessoas com deficiência e na proibição da discriminação contra as estas pessoas em todas as áreas da vida.Simultaneamente à proibição da discriminação, a Convenção responsabiliza toda a sociedade na criação de condições que garantam os direitos fundamentais das pessoas com deficiência.

Em 2016 o tema específico das comemorações é “Alcançando 17 metas para o futuro que queremos”, que chama atenção para os 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Em Portugal diferentes instituições realizam atividades para celebrar o dia, tais como seminários, concursos de frases e ideias, convívios, jornadas desportivas, colóquios e outras ações. Sensibilizar a população para a importância da integração das pessoas portadoras de deficiência na sociedade, é o grande desafio deste Dia Internacional. Pelo nosso lado, apetece acrescentar : vamos fazer desse desafio uma aposta para todos os dias do ano!

Professor Paulo Oliveira (EB1SEG)

Miúdos a Votos

mavotosAs bibliotecas escolares do Milharado (“O Papa Letras) e de Santo Estêvão das Galés (“O Ventoinhas”) já estão inscritas no projeto da revista Visão “Miúdos a Votos”. No próximo dia 17 de março, há eleições nas escolas, para que os livros cheguem ao poder! Os resultados serão divulgados a 20 de abril.

Numa iniciativa inédita, a VISÃO Júnior e a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) organizam a eleição dos livros preferidos das crianças e jovens portugueses. Até 19 de dezembro próximo os alunos apresentam o livro que candidatam à eleição (formulário disponível aqui).

A lista dos livros candidatos será divulgada na VISÃO Júnior online e no portal da RBE. Entre 1 de fevereiro e 15 de março decorrerá a campanha eleitoral: os partidários de cada livro defendem as suas ideias nas escolas. A VISÃO Júnior fará a cobertura da campanha eleitoral, no seu site e na revista. Até 27 de março será realizado o escrutínio, com a contagem e registo dos votos.  O processo, explica a Visão,  será semelhante ao de umas eleições políticas, promovendo simultaneamente a leitura e a cidadania: haverá recenseamento, apresentação de candidaturas, campanha eleitoral, votação e escrutínio dos votos, organizados e participados por alunos. Durante a campanha eleitoral, estes defenderão junto dos colegas os seus livros preferidos – podendo fazê-lo em comícios, cartazes, programas de rádio e televisão, sessões de esclarecimento, debates…

A VISÃO Júnior cobrirá, na revista, no site e no Facebook, o período da campanha eleitoral nas escolas, tornando-a assim uma verdadeira campanha eleitoral nacional. O projeto que visa apurar os livros favoritos dos nossos jovens tem o apoio do Plano Nacional de Leitura, da Comissão Nacional de Eleições, da Pordata e da Direção-Geral de Educação (DGE). O calendário e o regulamento desta iniciativa, em que qualquer escola com alunos entre o 1º e o 9º ano pode participar, pode ser descarregado em pdf.

Com esta iniciativa, os alunos ficarão a conhecer como se desenrola um processo eleitoral e para que serve. Ao longo do ano letivo, será disponibilizado às escolas material de apoio que lhes permita dar a esta ação o caráter de um processo eleitoral político. Esta iniciativa, que pretende dar voz às crianças e jovens portugueses, habitualmente pouco auscultados em processos de decisão que lhe dizem diretamente respeito, possibilita um processo de aprendizagem importante, que ajudará a formar cidadãos de pleno direito, sublinham os organizadores da iniciativa.

Professor Paulo Oliveira (EB1SEG)

Informações-Prova para 2016/2017

iaveO IAVE publicou as informações de prova para o ano de 2016/2017, relativas às provas de aferição de 2.º, 5.º e 8.º ano, bem como as relativas aos exames de final de ciclo. Recomenda-se a leitura atenta destas informações, que estarão também afixadas no átrio da escola-sede e estabelecimentos de primeiro ciclo. Clique aqui para consultar as Informações-Prova 2016/2017.

Reportagem do Aniversário da Escola-Sede de Agrupamento

No passado dia 25 de novembro a comunidade da Venda do Pinheiro juntou-se para celebrar os vinte e três anos da Escola Básica da Venda do Pinheiro. Nunes Forte realizou esta reportagem do evento, que amavelmente disponibilizou. Obrigado a todos pelo apoio e empenho!

Ao Serviço da Comunidade

15241279_1790052844592630_3132322526492037221_nOntem, pelas 21:00, o auditório Nunes Forte encheu com a presença da comunidade, que veio participar na comemoração dos vinte e três anos da escola-sede do Agrupamento. A cerimónia contou com a presença do Diretor e Sub-diretora do Agrupamento, Vereadora de educação da Câmara Municipal de Mafra, Provedora da Santa Casa da Misericórdia da Venda do Pinheiro e Presidente da União de Freguesias da Venda do Pinheiro e Santo Estevão das Galés, que entregaram os prémios e diplomas aos alunos que no ano letivo anterior se distinguiram pela sua excelência académica e mérito pessoal. Esta celebração contou com os alunos de Educação Musical e Clube de Música, tutelados pelo Prof. Sérgio Boto, que partilharam com os presentes o trabalho que têm estado a desenvolver no âmbito do projeto Cantar Mais. Quem esteve presente, adorou.

O sucesso dos nossos alunos depende do esforço conjunto de pais e encarregados de educação, responsáveis autárquicos, gestão do Agrupamento, professores e funcionários. É graças ao seu empenho que são obtidos os resultados de crescente melhoria, que se traduzem não só em aprendizagem, mas numa formação integral do aluno, de acordo com o nosso lema, saber ser, saber estar, saber fazer. Ontem, estes elementos reuniram-se para celebrar mais um ano de empenho em prol da comunidade. Obrigado a todos!

Os medicamentos fora de uso também têm remédio!

gluten-in-otc-and-prescription-medicinesO Eco-Escolas e o Programa para Educação e Saúde do Agrupamento, em colaboração com a Farmácia Nogueira, vão promover, ao longo de todo o ano letivo 2016-2017, uma campanha de recolha de medicamentos já não utilizados. Para participar, basta que cada um traga os medicamentos que tem em casa e que já não usa e os entregue ao professor de Ciências Naturais. Ao longo do ano, os medicamentos recolhidos na Escola serão entregues na Farmácia que fará um registo próprio só para a nossa Escola. A turma que maior recolha conseguir terá um prémio no final do ano!

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com