Tag Archives: BECRE

Alvorada de Leitura

De 24 a 28 de abril, vamos começar o dia a ler? Para comemorar a semana do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor a equipe das Bibliotecas Escolares preparou alvoradas de leitura para todas as turmas. Uma história por dia… para começar bem o dia!

Dia Internacional do Livro Infantil

No dia 2 de abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen. A partir de 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2017, a DGLAB convidou o ilustrador João Fazenda, vencedor do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser o autor da imagem do cartaz.

Quando há rapazes e raparigas que dizem “Não gosto de ler!”, isso faz-me rir. Não acredito neles. Comem gelados, jogam jogos e veem filmes interessantes. Dito de outro modo,  gostam de se divertir! É que a leitura não serve apenas para  desenvolver  sentimentos  e  personalidades,  ela  é,  acima  de  tudo,  um prazer

A mensagem do IBBY internacional, este ano da responsabilidade da Rússia, consta de um texto do escritor Sergey Makhotin e um cartaz do ilustrador Mikhail Fedorov. Leia-a aqui, em português: Vamos Crescer com o Livro.

Semana da Leitura

De 27 a 30 de março decorre no nosso Agrupamento a Semana da Leitura. Consultem o programa de atividades, porque… será que estamos mesmo a Ler +?

Partilhar o Prazer da Leitura

O Centro de Recursos Poeta José Fanha está a organizar uma campanha de recolha de livros infantis para doar à Unidade de Primeira Infância do Hospital D. Estefânia. Participe!

Unidos jamais seremos vencidos

A biblioteca “O Ventoinhas”, da EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés, recebeu a Sala Azul e a Sala Verde (20/03/2017) numa atividade, desdobrada em duas sessões, que se transformou numa animada sensibilização para os desafios da sustentabilidade e de defesa do meio ambiente. Além do pré-escolar, esta atividade destina-se também a alunos dos 1º Ciclo.

O Professor Paulo Oliveira contou uma breve fábula, da sua autoria, que se “passa” numa zona da Beira Alta e em que são os animais que, face à inércia dos habitantes e das autoridades locais, chamam a si a responsabilidade de defender, com coragem, um rio ameaçado, onde já não vivem peixes (truta, sável, boga, enguia, barbo, fataça, lampreia, carpa, achigão…), nem rãs, nem mesmo plantas…

A ação concertada dos animais (todos a “gritar” intensamente de meia em meia hora, deixando os habitantes à beira de um ataque de nervos…) obrigou os humanos a limparem o rio e a acabarem com as descargas poluentes. A pouco e pouco, fauna e flora voltaram. Tal como as crianças que regressaram aos banhos de Verão nas belas praias fluviais do rio renascido.

“Unidos jamais seremos vencidos” – foi o grito de alegria entoado pelos animais, reunidos em assembleia magna dirigida pela vaca Cornélia, o burro Bráulio, o galo Jeremias, o lobo Horácio e cavalo Veloz.

Nota final – esta fábula vai sendo enriquecida à medida que é apresentada aos diferentes grupos de alunos, que também trabalham o vocabulário (peixes e flora dos rios, “vozes” dos animais, interior versus litoral, etc) e o desenho criativo (incentivando a dinamização de exposições de peixes desenhados pelos alunos).

Prof. Paulo Oliveira (EB1SEG)

Um olhar sobre as bibliotecas itinerantes em Portugal

Alguns alunos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés e os professores Mário Gomes e Paulo Oliveira (Biblioteca “O Ventoinhas”) estão a organizar uma exposição subordinada ao tema “Um olhar sobre as bibliotecas itinerantes em Portugal”.

O grande destaque dessa exposição, a inaugurar em breve, vai para o Serviço de Bibliotecas Itinerantes da prestigiada Fundação Calouste Gulbenkian. O serviço foi criado em 1958, de acordo com a proposta de Branquinho da Fonseca, na sequência do projeto de “biblioteca-circulante” iniciado em 1953 no Museu-Biblioteca do Conde Castro Guimarães, em Cascais, onde na altura Branquinho da Fonseca exercia funções de conservador-bibliotecário.

O objetivo do projeto da Gulbenkian, assegurado por uma frota de viaturas (como a da foto ), era abranger todo o território nacional, incluindo Açores e Madeira. Branquinho da Fonseca pretendia “promover e desenvolver o gosto pela leitura e elevar o nível cultural dos cidadãos, assentando a sua prática no princípio do livre acesso às estantes, empréstimo domiciliário e gratuitidade do serviço.” O público a quem o serviço se dirigia era principalmente o de menor acesso à educação e cultura, habitando nas regiões mais desfavorecidas (nomeadamente nas aldeias do interior)  e estendendo-se a todas as faixas etárias. Todavia seria entre público mais jovem que teria melhor acolhimento. Depois da morte de Branquinho da Fonseca o serviço passa a ser dirigido pelo escritor António Quadros. O programa foi extinto em 2002.

Prof. José Paulo Oliveira (EB1SEG)

Biblioteca comemora Dia Internacional da Mulher

Muitos alunos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés responderam com entusiasmo ao desafio lançado pela biblioteca “O Ventoinhas” a propósito do 8 de Março, Dia Internacional da Mulher: o objetivo é escrever uma frase com o máximo de 13 palavras sobre o significado da data. O prazo para entrega dos textos termina na sexta-feira, dia 10. Até agora, já foram recebidas 57 frases. Uma delas (do “Neptuno”, pseudónimo de um aluno do 3º ano),  sintetiza o espírito da iniciativa:

“Vamos estar todos juntos na defesa dos direitos das mulheres!”

Professor Paulo Oliveira (EB1SEG)

Rádio Miúdos: Do Milharado para o Mundo.

No dia passado dia 4 de março , o Direito de Antena produzido por alunos do 4.º AM, da Escola Básica de S. Miguel do Milharado esteve no ar, na Rádio dos Miúdos, às 9h45, com repetição às 15h45 e às 20h15. A iniciativa insere-se no âmbito do projeto “Miúdos a Votos”, para as eleições nacionais para escolher o livro mais fixe, um desafio lançado pela Revista Visão Júnior em parceria com Rede de Bibliotecas Escolares e com o Apoio da Rádio Miúdos. O programa produzido pelos nossos alunos pode ser ouvido aqui: Rádio Miúdos: O Diário de Um Banana.

“Contos Terra a Terra”: exposição de desenhos em S. Estêvão das Galés

Pode ser visitada na EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés a exposição dos desenhos (trabalhos vencedores e menções honrosas) elaborados por alunos para ilustração do livro “Contos Terra a Terra”, projeto da Câmara Municipal de Mafra e Uniões e Juntas de Freguesia do concelho, em articulação com a Rede de Bibliotecas Escolares e respetivos estabelecimentos de ensino de Mafra. Trata-se de um projeto apontado à valorização e preservação do património imaterial local, promovendo a partilha intergeracional e o respeito pelo lugar do idoso na estrutura familiar.

O livro tem sido divulgado nas escolas do nosso Agrupamento e a referida exposição está agora patente junto à biblioteca “O Ventoínhas”. Os visitantes podem apreciar expressivos desenhos da autoria de alunos oriundos de Enxara do Bispo, Gradil, Vila Franca do Rosário, Santo Isidoro, Ericeira, Encarnação, Malveira, São Miguel  de Alcainça, Igreja Nova, Cheleiros, Azueira, Sobral da Abelheira, Carvoeira, Mafra, Milharado, Venda do Pinheiro e Santo Estevâo das Galés.

Professor Paulo Oliveira (EB1SEG)

Porque é que tantos alunos andam à procura do livro “O Aquário”?

Na biblioteca O Ventoinhas, da EB 1 de Santo Estêvão das Galés, continua a registar-se  uma grande procura do livro O Aquário, da autoria de João Pedro Mésseder, especialmente por alunos dos 3º e 4º anos de escolaridade. E isto porque esse título do autor português, nascido em Santo Ildefonso (Porto), foi escolhido para a prova do concurso Estamos mesmo a ler+?!, a realizar no próximo dia 29 de março, às 17h45. Recorde-se que as equipas (cada aluno interessado convida um adulto – familiar, amigo, vizinho…) vão responder a um questionário escrito sobre a obra em jogo.
“O Aquário” pode ser lido também como livro digital em www.catalivros.org/

Professor Paulo Oliveira (EB1SEG)

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com